Um congresso torna Ibiza a capital mundial da Ayahuasca

Tradução Andrezza Almeida.

Captura-de-pantalla-2014-03-05-a-las-12.25.18-300x174

 

por R. Beltrán  in http://www.noudiari.es/

 
Mais de vinte cientistas , psicólogos, antropólogos e advogados de todo o mundo se reunirão em Ibiza entre 25 e 27 de setembro no 2014 Conferência Mundial de Ayahuasca . O Palacio do Congressos de Santa Eulália des Riu sediará um encontro internacional sobre esta substância , mistura de duas plantas , usada há dois milênios por povos nativos da Bacia Amazônica , tanto como um remédio medicinal como um poderoso alucinógeno .

O Centro Internacional para Educação Ethnobotanical Research & Service ( ICEERS ) escolheu a ilha para sediar uma das duas conferências anuais que celebram a instituição na Europa , e que normalmente é realizada em Londres e Amsterdã. “Nós não estamos enquadrados no debate droga típico ” afirmou a Noudiari.es Oscar Parés , representante da ICEERSna Espanha. ” Queremos nos concentrar em estudos científicos , colocar sob o microscópio do Ocidente essas ferramentas da medicina tradicional , mas não endossa substância “, comentou Parés .

400 participantes de todo o mundo: 

Previsões da ICEERS é de que o público seja entre 300 e 400 pessoas. Os ingressos , que foram colocados à venda em 27 de fevereiro , variando entre 250 e 1.000 euros, não impediu os interessados ​​em participar do evento .
” Temos reservas para pessoas de Austrália , Estados Unidos … “, disse Pares, que sublinhou o apelo de Ibiza para os participantes. ” A partir do momento em que planejamos o World Ayahuasca Conference em Ibiza foram dispostos muitos recursos e a ilha tem atrativos inegaveis para os palestrantes e participantes “, ressaltou o porta-voz do ICEERS , quem está envolvido na organização não descarta retorno da Conferência Mundial para Ibiza em ocasiões futuras , dada a excelente resposta . Nesta linha, os ICEERS ainda não recebeu qualquer ajuda de instituições públicas Ibiza o que deve acontecer em breve.

Ayahuasca é uma junção de duas plantas nativas das margens do Amazonas e seus usos , tanto médicos quanto religiosos , tem dois milênios de história. Foto: Heah (Wikipedia)

ayahuasca2-300x263

Foto: Heah (Wikipedia)
Além das apresentações e debates , os organizadores da conferência também agendaram uma série de eventos para apreciação da gastronomia , do ambiente natural e da vida noturna de Ibiza.
De passeios de barco para apreciar o pôr do sol do mar ao jantar , onde você vai encontrar a qualidade dos produtos locais , os participantes da Conferência Mundial Ayahuasca terão a oportunidade de apreciar os encantos da ilha, depois de horário de trabalho.

Ou alucinógeno ? Remédio Natural?
Ayahuasca é uma junção de duas plantas, o Banisteriopsis caapi ( um potente inibidor da monoamina oxidase e, portanto, um antidepressivo ) e Psychotria (com um alto teor de dimetiltriptamina, psicodélico ) , que crescem na Bacia Amazônica . Por mais de dois mil anos atrás , as culturas indígenas da Amazônia têm usado esta bebida como remédio medicinal, mas também para rituais religiosos para os seus efeitos psicológicos , que, hoje, muitos terapeutasutilizam suas vantagens em usos terapeuticos no tratamento de depressão, ansiedade e outros transtornos psiquiátricos.
Parés enfatizou, a ayahuasca não está incluída na lista do Conselho Internacional de Controle de Narcóticos , o órgão das Nações Unidas responsável por supervisionar as substâncias cujo comércio e consumo é perseguido em países europeus.

Detalhe de um cipó ” Banisteriopsis caapi ‘ chamado ayahuasca pelos povos da bacia amazônica. Foto: Hhmb (Wikipedia)

Ayahuasca-227x300
Detalhe de um cipó ” Banisteriopsis caapi ‘ chamado ayahuasca pelos povos da bacia amazônica.
Foto: Hhmb (Wikipedia)
Etnobotânicos como os americanos Jonathan Ott, Dennis McKenna, Glenn H. Shepard (Brasil) e Juan Gómez Simonneau (Espanha) vão abordar a relação antropológica de culturas ancestrais que usam ayahuasca e seu ambiente natural.

Como foi destacado desde a primeira Conferência o desafio deste encontro é lidar com os conflitos decorrentes da globalização interferem no uso da ayahuasca do ponto de vista das culturas indígenas, religiões e suas aplicações clínicas e as pesquisas mais recentes sobre esta substância . Ética , política e leis que afetam a liberdade de movimento e consumo da ayahuasca também têm o seu papel neste simpósio de importância internacional.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s